O Cantinho do Santos: Convidada Vera Barbosa

Olá a todos novamente. Desta vez tive a honra de estar à conversa com a VERA BARBOSA, participante do programa da SIC, “Quem Quer Namorar com o Agricultor?”, 2ª edição. Uma conversa onde foram abordados vários temas, incluindo a sua participação no programa da SIC e até a preferência clubística da Vera.

RICARDO SANTOS: Para quem não te conhece, quem é a Vera Barbosa?

VERA BARBOSA: Pergunta difícil…sou tanta coisa! Uma mistura de muitas paixões e sentimentos. Considero me sonhadora, divertida madura e com os pés na terra mas gosto de conservar dentro de mim o meu lado criança que me faz sempre acreditar no melhor de tudo.

RICARDO SANTOS: Recentemente participaste no programa “Quem quer Namorar com o Agricultor?”…consideras que essa Vera “sonhadora, divertida e madura” passou para as pessoas que assistiram ao programa?

VERA BARBOSA: Inicialmente acho que sim pois apesar de acreditar que seria possível encontrar o amor nunca forcei para que isso acontece se. No entanto com o decorrer dos dias e dos acontecimentos fui vendo e ouvido coisas que não concordo nem compactuo e foi-se tornando difícil para mim lidar com certas situações que no meu habitat simplesmente não lido , e muitas vezes para evitar certo tipo de contato acabei por ficar mais quieta e retraída sem me preocupar muito o que iria passar. Porque de facto aquela sou eu, quando tenho que lidar com pessoas tóxicas, desagradáveis e conflituosas.

RICARDO SANTOS: Que balanço fazes da tua participação?

VERA BARBOSA: Faço um balanço positivo essencialmente pelas amizades que se criaram e que tenho a certeza que vão ficar para o resto da vida como é o caso da Wênnia, o Emanuel e a Priscila.

RICARDO SANTOS: Para fechar o tema do programa, voltarias a participar, se fosse hoje?

VERA BARBOSA: Voltaria, muito mais consciente de como as coisas funcionam e muito mais preparada para certo tipo de situações que me eram absolutamente desconhecidas.

GOSTO de pessoas de bem com a vida, tranquilas, positivas.. gosto de sol praia mar calor verão, animais natureza, por do sol (amo) , gosto de cerejas de pipocas de brigadeiro de tripas à moda do Porto e sushi. Gosto de mim, da minha família e dos meus amigos. Gosto de cinema teatro arte e viagens.

NÃO GOSTO de pessoas falsas, cínicas, tóxicas… pessoas que arranjam um problema para cada solução! Não gosto de sentir frio nem de ter que andar à chuva. Não gosto de bacalhau nem farrapo velho. Não gosto de machismos nem preconceitos. Odeio injustiças.

RICARDO SANTOS: Qual foi um dos dias mais felizes da tua vida?

VERA BARBOSA: Vários… não consigo escolher só um! Em criança, no dia que recebi a casa da Barbie… no dia que acabei o meu curso. No dia que tirei a carta de condução. O dia que a minha melhor amiga foi pedida em casamento… aliás, acho que a felicidade é isso, momentos… momentos que marcam pela positiva e ficam para sempre nos nossos corações

RICARDO SANTOS: Um momento que te tenha marcado, seja pela positiva ou pela negativa?

VERA BARBOSA: Não consigo enumerar apenas um… todos que te falei na pergunta anterior marcaram me pela positiva… pela negativa a morte dos meus tios… não lido bem com a perda

RICARDO SANTOS: Uma música e porquê?

VERA BARBOSA: This is me – Keala settle…Porque me identifico… todos nós devemos ter a nossa própria voz e fazer das feridas armaduras de amor

RICARDO SANTOS: Um filme e porquê?

VERA BARBOSA: Slumdog Millionaire, porque passa uma mensagem bem real (na minha opinião) de que a vida sempre nos dá o que é para ser nosso

RICARDO SANTOS: Vera + desporto = ????

VERA BARBOSA: Preciso voltar!

RICARDO SANTOS: Já praticaste algum desporto?

VERA BARBOSA: Já. Dança jazz dança moderna e dança contemporânea. Tirando isso só ginásio.

RICARDO SANTOS: Torces por algum clube?

VERA BARBOSA: Sim! O glorioso… SLB

RICARDO SANTOS: Daquelas adeptas ferrenhas ou nem por isso?

VERA BARBOSA: Não sou ferrenha… fico feliz quando ganha… não me permito ficar triste/amuada/de mal com o mundo quando perde porque não faz sentido nenhum sofrer por coisas tão banais..

RICARDO SANTOS: O que farias se te saísse o Euromilhões? (risos)

VERA BARBOSA: A pergunta seria mais o que eu não faria (risos)…comprava uma casa para viver e algumas para investimento. Ajudava a minha família. Pegava nas minhas amigas e íamos a Milão fazer compras! Faria algumas doações para vítimas de violência doméstica, mulheres que lutam contra o cancro de mama e animais. E depois fazer todas as viagens que eu sonho!

RICARDO SANTOS: Para terminar, o que diz o teu coração?

VERA BARBOSA: Diz-me que devo segui-lo sempre mas levar sempre o meu cérebro (risos)…diz que estou feliz, que já passei coisas bem pesadas mas felizmente consegui ultrapassar e continuar a sorrir e a sonhar, essa é a magia da vida

Acreditem! Tudo acaba por tomar o rumo certo… Amem! Love solves everything Sejam sinceros com vocês mesmos, “os outros” serão sempre outros nunca vocês!