Sérgio Conceição:” Já podíamos ter ganho uma mão cheia de troféus”

Depois da goleada por 4-0, no Estádio do Bonfim, para o campeonato nacional, o FC Porto vira agora as atenções para a Taça de Portugal onde, nesta terça-feira, pelas 20h45, defronta o Académico de Viseu para a primeira mão da meia-final.

Recordar que o Académico de Viseu, adversário do emblema da Invicta nesta fase da competição, é o único clube entre os quatro semi-finalistas que não faz parte do principal escalão do futebol português.

Sérgio Conceição fez, ao início desta tarde, a antevisão a esta partida.

Se não sentisse vontade de ganhar jogos ia-me embora. O FC Porto comigo tem chegado quase sempre ou perto do fim em todas as competições. Já podíamos ter ganho uma mão cheia de troféus, mas faltaram alguns pormenores para os conseguir. Mas não desisto de ser mais feliz do que fomos anteriormente nestas competições [Taça de Portugal e Taça da Liga]. “

“Em termos estratégicos não muda nada. Observámos aquilo que é o estado da equipa, nos diferentes pârametros, e vamos escolher o melhor onze para ganhar. Olhamos para o momento atual do FC Porto com o único pensamento de ganhar o próximo jogo. No último jogo retrataram muito pouco o que fizemos, colocando a crítica muito demérito naquilo que fez o Vitória FC, não reconhecendo o nosso mérito.”

“Estamos a falar de uma equipa que tem feito um trajeto muito interresante no campeonato e sobretudo na Taça. Uma equipa que sofre muito poucos golos. Vai ser um jogo em que queremos ganhar. Trata-se de um jogo importante, de uma meia-final da Taça. Damos bastante importância a esta competição.”