Pinto da Costa recorda Jorge Costa e revela o que tem feito na quarentena

Jorge Nuno Pinto da Costa celebrou 38 anos como presidente do FC Porto. O líder do clube azul e branco esteve na rubrica das redes sociais ‘FC Porto em Casa’, onde esteve à conversa com Vítor Baía, Jorge Costa e José Mourinho.

Pinto da Costa recordou o momento em que Jorge Costa integrou o plantel principal dos dragões.

Não conhecia o Jorge Costa como jogador e vi num jornal que ele ia ser emprestado ao Penafiel. Fui ver um jogo da seleção com o Carlos Queiroz e fiquei maravilhado. Disseram-me que ia ser emprestado ao Penafiel. Não insultei, porque não sou de insultar, mas fiquei desagradado quando me disseram que ia ser emprestado ao Penafiel. Depois justificou tudo aquilo que pensava. É um grande jogador, um grande homem e um grande portista”.

Sobre este período de quarentena, Pinto da Costa revelou o que tem feito em sua casa.

Um terço das horas em que estou acordado passo ao telefone com as pessoas do FC Porto, para preparar o futuro. Ontem cheguei ao fim do dia rouco. Fiz 17 mil passos em casa, o que dá cerca de quatro horas ao telefone. Aproveito também para ler, ouvir música no YouTube e, como gosto muito de poesia, aproveitei para decorar alguns poemas”.