ALERTA – Vários jogadores do FC PORTO poderão estar infetados com COVID-19

É sem dúvida uma situação que está a merecer grande atenção dos responsáveis do FC PORTO e da Direção Geral de Saúde. Existe a possibilidade de vários jogadores do FC PORTO estarem infetados com COVID-19. Isto tudo, porque estiveram em contato com RAFAEL DEFENDI, guarda-redes do Famalicão, no jogo da passada quarta-feira, que ontem voltou a acusar positivo ao CORONAVÍRUS. A situação de DEFENDI, é bastante complexa, tal como explicou o diretor clínico do Famalicão, Diogo Gomes:

“Ele tem antecedentes de infeção por Covid-19 em março. Cumpriu com as recomendações das autoridades de saúde e depois teve dois testes negativos em abril, o que lhe garantiu alta. Isto, durante o período de suspensão da Liga. Posteriormente, acusou um resultado positivo, num dos tetes de rastreio, desta vez foi assintomático, e voltou a cumprir um período de isolamento. Apresentou novamente critérios de cura, os dois testes negativos e ficou disponível para o jogo. Depois, foi tendo vários testes negativos, até ao dia de ontem [segunda-feira], em que acusou positivo”

Esta situação está a causar perplexidade aos dirigentes do Famalicão, e com o novo teste positivo, levanta-se a hipótese que o guarda-redes possa não estar totalmente recuperado. Os jogadores do FC PORTO já terão sido novamente testados, visto que jogam hoje, e até ao momento tudo parece estar bem com o plantel, contudo importa realçar que o Coronavírus tem um período de incubação de 14 dias, sendo que os jogadores que estiveram em contato com Defendi na passada quarta-feira, poderão ter o vírus, sem que o mesmo seja detetado até ao momento nos testes. Uma situação que está a merecer toda a atenção por parte dos responsáveis, e que levou o jogador DEFENDI a ter sido proibido de ir ontem a jogo.

GRAÇA FREITAS, diretora geral de saúde, já falou sobre a situação de DEFENDI que impediu o jogador do FAMALICÃO de jogar ontem, garantindo que poderia haver risco de contágio:

“Provavelmente serão só partículas virais, o risco de contágio será baixo, mas não há evidência científica que diga que não existia risco, estando outra equipa envolvida optámos que não jogasse”

Uma tema para ir acompanhando ao longo dos próximos dias e que todos esperamos que todos estejam bem!